No Mundo da Lua de todos nós

mundodalua

Em tempos que as crianças convivem facilmente com avançadas tecnologias, é sempre bom lembrar que existem seriados lúdicos como Mundo da Lua, exibido originalmente pela TV Cultura (e co-produzido com o Sesi) entre 1991 e 1992, reprisado a exaustão na emissora e, atualmente, na TV-Rá-Tim-Bum, canal fechado.

Foram 52 episódios contando as aventuras de Lucas Silva e Silva, interpretado por Luciano Amaral, e os registros de seu diário em um gravador de fita de rolo, dado por seu avô Orlando (Gianfrancesco Guarnieri) no aniversário de 10 anos do garoto, mostrado na primeira história (Bem-vindos ao Mundo da Lua). Era um presente para a tia Roberta (Lucinha Lins), quando mais jovem, mas Orlando ficou com medo de que ela quebrasse e não entregou na época.

Por algum tempo, achei que aquele modelo havia sido criado especialmente para a série, mas depois descobri que se trata de um gravador italiano fabricado nos anos 60. O início de cada registro é tão inesquecível quanto o aparelho: Alô, Planeta Terra chamando! Esta é mais uma edição do diário de bordo de Lucas Silva e Silva, falando diretamente do Mundo da Lua, onde tudo pode acontecer!

O que comove em cada trama de Mundo da Lua é a proximidade daqueles personagens com o mundo no qual vivemos e dos questionamentos abordados, bem como da maneira de pensar das crianças. Seja de como saber a maneira que nascem os bebês até o sonho de Lucas Silva e Silva de ser o herói do Brasil em uma conquista de Copa do Mundo. É tudo bastante universal.

Por tudo isso, não há quem não se identifique com algo em Mundo da Lua. E isso vale mais ainda para quem regula de idade com Luciano Amaral (ele vai fazer 33 anos e na época interpretava um garoto de 10, quando tinha um ano a mais) ou está perto, tanto para cima ou para baixo. Para quem é mais novo, é bom ver também para saber que já existiram discos de vinil e os telefones de disco.

Parece incrível, mas Carolina, mãe de Lucas, e o tio Dudu, irmão de Rogério (Antônio Fagundes), pai do garoto, eram casados na vida real. Ou melhor, são os atores Mira Haar e Flávio de Souza, criador da série e autor da maioria esmagadora das histórias produzidas com outra família, os Silva e Silva.

Os dois filhos de Mira e Flávio, inclusive, também aparecem na série: Leonardo Haar de Souza é Diego, um dos primos de Lucas, enquanto Teodoro Haar de Souza é Eduardo, o filho mais novo de Carolina, que nasce praticamente no fim da série, aparecendo nos dois últimos episódios (Sua Majestade, o Bebê e Alô, Alô…Tchau, Tchau).

Para quem não lembra, Mundo da Lua também foi exibido pela Rede Globo entre janeiro e abril de 1993, aproveitando o hiato entre o final do Xou da Xuxa e a estreia da TV Colosso, às 8 horas. Como havia atores da emissora cedidos à produção (no caso, Gianfrancesco Guarnieri e Antônio Fagundes), o que era citado textualmente nos créditos, havia direito também que se transmitisse o programa, o que foi feito. Realmente tudo podia acontecer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s